sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Love Can't Wait



Love Can´t Wait(Jane)

We're tumbling in my hotel-room
trying to break this far
I lay down on my pillow
waiting for the evening star
Please show me something else
I should like to try it yet

I say it's only for one
please be carareful
with your panties, get

Love can't wait
cause love can't wait
that's all that you need
love can't wait, get down
love can't wait, drift way
My love can't wait,
there's nothing more to say

Hey, you pretty strange woman
keep out your satin lace
C'mon make some fun with me
we'll find ouselves in space
we'll fly out of this room
to a lost paradise
Our love can't wait,
hey, ain't it nice?


22 comentários:

  1. Entendo. O amor, apesar de ser propagado sentimento, na verdade, não passa de uma sensação, um talvez estado de espírito, que passa, como qualquer outra sensação, e que muda, como qualquer estado.
    Se o amor fosse o que dizem, não terminaria, não passaria, não mudaria. Amor é como como qualquer outra coisa, mutável, passageiro, finito. O amor também depende dos interesses pessoais.

    ResponderExcluir
  2. Bem profundo o que você disse. O cérebro com seus neurotransmissores... Uns dizem como vc, Ligéia, que o amor pode terminar, outros não pensam dessa forma.

    "O amor também depende dos interesses pessoais", pode ser,é, há quem diga que amor é conveniência.

    Apesar do "amor não poder esperar", eu ainda espero, apesar de eu ser bem desajeitado para amar.

    Muito obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir
  3. Amor não é cerebral, é um estado emocional; não é glândula, mas funciona como uma, por estímulo, e só com estímulo.

    ResponderExcluir
  4. Pra mim o cérebro comanda nossas sensações e/ou sentimentos. O amor , pra você, não é um sentimento, se bem a entendi, o q seria sentimento, para ti? Se existem sentimentos, você poderia me citar algum?

    ResponderExcluir
  5. A letra da música confirma o que eu disse. Do contrário, por que o amor não pode esperar?

    ResponderExcluir
  6. Você deve ter lido o q eu disse no blog dos delírios, numa das fotos do Vincent Price: um dos motivos de eu não gostar de amar, é que sou muito impaciente.

    O que vc acabou de dizer penso ser relativo. Uma pessoa que acredita que o amor nunca acaba, achará que quem diz que o amor não pode esperar, na verdade, não ama, outra pessoa que pensa que o amor pode terminar, concordará contigo.

    Apesar da minha impaciência, continuo esperando...

    ResponderExcluir
  7. O cérebro não comanda as emoções, se assim fosse, não haveria intempestividades, impulsos incontroláveis; se assim fosse, a razão sempre prevaleceria. Digo que o amor é um estado , porque para que vá adiante e dure, depende só da pessoa objeto do amor, se ela corresponde ás expectativas, o amor vai, se não, muda, diminui, e acaba. Na ausência prolongada do ser amado, o amor também acaba. Portanto, o amor não é um sentimento, é uma emoção,que passa,que muda,que diminui, e acaba, de acordo com os interesses de quem "ama". Foi isso o que eu quis dizer.O amor, sentimento ou emoção, depende de fatores para sobreviver. E o amor não perdoa não, o único amor que perdoa é o amor a si mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Sorry a ignorância, mas intempestividades e impulsos incontroláveis têm a ver com o cérebro, eu penso, o cérebro não é só racional. Em nós, tudo é químico e biológico.

    Te perguntei o que é sentimento pra vc, que não respondeu.rs

    ResponderExcluir
  9. Claro que tem a ver com o cérebro.Tudo tem a ver com o cérebro. O cérebro comanda o organismo todo. A intempestividade é um descontrole. Sentimento para mim é algo que não depende de nada para existir. Tipo, saudade. A gente tem saudade de alguém ou de um tempo, e isso fica, independe da distancia.

    ResponderExcluir
  10. Acredito q vc pensa q amizade tb é um sentimento, não?

    ResponderExcluir
  11. Perdição de amor é tão dramático quanto delicioso.Ficamos atordoados e entregues,pequenos e fracos.
    Ousamos tudo,pensamos poder quase tudo,fracos mas onipotentes,desencontrados e contraditórios...

    ResponderExcluir
  12. Roderick,
    quando o amor acaba,pela morte ou afastamento,
    arranca um pedaço de nós,e temos de continuar...

    Agora,quando o amor chega,nada disse nos interessa,pois é quando cada um de nós se sente um deus.
    um abraço e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  13. Paredes,

    Não há como não concordar contigo. Gostaria de ressaltar a contradição, ficamos contraditórios, sim, quando amamos. Outra coisa muito bem observada, sentimos como um Deus. O bem estar quando há reciprocidade, o auge da paixão: papos, beijos, carícias... Nos sentimos como um Deus, mas um Deus muito bonzinho, de bem com a vida; um carro pode passar numa poça d'água e nos ensopar, de propósito, e ainda é capaz de não ficarmos nervosos, pq estamos no auge da paixão, no auge do amor!

    Muito obrigado pelo comentário.

    Abraços e um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  14. E tudo isso passa, quando passa o "auge" da paixão. Alguém, que me amou, chegou ao auge da paixão, e tudo passou. Foi um temporal.

    ResponderExcluir
  15. Será que não deu pra entender que não quero vestir meu terno branco outra vez?

    ResponderExcluir
  16. Quando a gente ama, tudo parece precisar de urgência. Até esperar o tal "alguém".
    Dia desses li no Facebook que as pessoas se casam com as pessoas erradas porque não esperaram a pessoa certa, porque a pessoa certa sempre vai de imediato se importar com você e suas coisas, mesmo que precise te magoar pra te mostrar a verdade, justamente porque ela te ama. Achei que fez sentido, o que você acha?

    Bj

    ResponderExcluir
  17. Também acho q faz sentido. Quem ama costuma discordar da pessoa amada, isso faz parte.

    Obrigado, Cris!

    ResponderExcluir
  18. Eu vou mais além: o amor foi uma coisa inventada pelos homens para escravizarem emocionalmente as mulheres!

    ResponderExcluir
  19. Muito radical seu pensamento, Katia. Tá louco! Mas, vá lá, pelo menos vc foi franca e original.rs.

    Mas q concordo contigo, isso , de jeito nenhum!

    Certos homens amam mais que as mulheres, mesmo q sejam exceções, eu próprio sou um exemplo, embora tenha amor próprio, pois amar a quem não nos corresponda, não vale á pena.

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.

Marcadores