sábado, 25 de janeiro de 2014

Dez Anos de Orkut

Acabei de ficar sabendo, que o Orkut completou, ontem, 10 anos de existência.

Na matéria, diz que o Facebook levou quase 90% dos usuários do Orkut.
Pode-se dizer que, hoje, o Orkut é um lugar morto.

Naveguei por pouco mais de dois anos no Orkut. No começo, foi muito divertido... amizades e até mesmo uma paixão pintou. Depois, pintaram as frustrações, tanto com as amizades, quanto com as comunidades, que deveriam ser um lugar em que trocaríamos conhecimentos, compartilhando gostos em comum, aprendendo e se divertindo, mas, o que imperava eram pessoas grosseiras, sem conhecimentos, pedantes...

Há quatro anos, desativei meu perfil. Deixei , como meu nome, uma letra do alfabeto. Ainda existem fotos, scraps, vídeos, mas somente eu que tenho acesso.

E das amizades que fiz no site, só uma ainda tenho contato. Nosso contato, se restringe a e-mails. Posso dizer, apesar do parco contato, que ela é uma pessoa amiga, que , infelizmente, há mais de um ano, está passando por uma fase dificílima, acarretada de problemas. Uma pena, pois ela é uma pessoa alegre, animada, que adora cinema.

Uma outra amiga orkutiana, neste final de ano, nem me cumprimentou. Nosso contato , foi só diminuindo... as duas, três últimas vezes, em que tivemos contato, foi eu quem a procurei. Tínhamos em comum o fato de termos nos apaixonado virtualmente. Ela se separou do rapaz... tudo parecia ter terminado, contudo, no nosso último contato, ela revelou que voltou com ele, que estão bem. E, pela primeira vez, ela não me cumprimentou pela passagem de ano.

Antes de conhecer o mundo virtual, claro que conheci os amigos que chamo de  amigos ocasionais, pessoas que só são amigas enquanto somos colegas de serviço, escola, vizinhos... depois, até mesmo num simples encontro casual, nos tratam com indiferença. No mundo virtual, evidentemente, é pior ainda.

E neste meu passeio no orkut, passeio que fiz há poucos minutos, revi  fotos da LL. Em quase todas,  eu havia feito um comentário, elogiando sua incomparável beleza, simpatia, carisma e  revelando meu exacerbado sentimento. Ela respondeu alguns dos meus comentários.

Novamente, surgiu uma recaída... Ela é muito linda! Aposto que vão me taxar de idiota, sem vergonha na cara, doido, mas cheguei a falar, ao ver uma das fotos, que a amo, lamentando por ela ter me abandonado.

No nosso último contato, ela reiterou: "vê se me entende, vc morreu pra mim!".
Ela cismou que eu a traí, a enganei, por eu ter manifestado vontade de conhecer uma blogueira, que frequentava meu blog, uma conterrânea. Mas, quando quis isso, eu e a LL tínhamos terminado tudo, sendo que jamais pensei em me envolver sentimentalmente com a tal blogueira.
Além disso, a LL só conseguiu ver meu lado negativo. Pra ela, sou um ególatra, que tem o EU até no próprio nome: Eustáquio. Pra ela, só gosto de mim, mais de ninguém... Pra ela, só a fiz sofrer.

Claro que não vou insistir mais e tenho ciência que a perdi, que ela tem desprezo pela minha pessoa. No entanto, ao ver as suas fotos, me bateu uma saudade, assim como uma grande frustração.
Ô mulher difícil, sô! Dura, orgulhosa, teimosa!

Como sempre, me lembrei de músicas: "Eu Não Presto, Mas Eu Te Amo", "O Retratinho", "Benzinho" e, Don't Leave Me Now", na qual Roger Waters, do Pink Floyd, implora  para que sua amada não o deixe.
Uma das coisas que mais me tocou na letra dessa canção, foi o fato dele dizer: "lembre-se das flores que lhe enviei". É assim mesmo... dá vontade de cobrar tudo da pessoa amada, tanto as coisas materiais como as sentimentais: lembre-se das rimas de amor, que lhe ofertei; lembre-se do tanto de carinho que lhe dei, do quanto em ti pensei, que vc, durante muito tempo, foi tudo para mim; era meu bálsamo, a razão da minha vida... E foi tudo em vão... um ledo engano! Impressionante como a gente perde tempo na vida. E foi mais um(grande) fora que dei, uma grande mancada!

Porém, há males que vem pra bem,como dizem. Afinal o que a LL, caso me quisesse, faria com um homem moribundo, já que, daqui a uns 2,3 meses meu dinheiro e, em consequência , minha vida, se acabará.
Outra vez, uma música fala por mim, uma já postada aqui, "Nada Perdido, Nada Ganhado": "está tudo acabado para você".

É ,sou sensível e dramático mesmo! E daí, vão me encarar? rs

Meus pêsames, Orkut!


5 comentários:

  1. Quando perdi a pessoa que amava passava meus dias ao som de Since i've been loving you :,) e ai se foi 2 anos chorando e ouvindo since i've been loving you kkkkk drama?

    ResponderExcluir
  2. Bem, será que vc é mesmo assexuada? Mas, pode se amar sem sexo.
    Essa música do Led, é muito falada... gosto dela, mas ela não me toca como as outras do grupo e tantas outras românticas.Mas sou voto vencido, na contramão.

    ResponderExcluir
  3. Não posso te fazer acreditar em nada,mas eu tenho certeza do que sou.Entendo..não gosto mais de ouvir musicas romanticas nem tristes pq eu entro no embalo e odeio entrar no embalo kkkkk

    ResponderExcluir
  4. E aí tem recaídas , como tenho com a minha amada, que nada mais quer comigo,isso?rs

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.

Marcadores