terça-feira, 23 de outubro de 2012

The End






Despedida

Roberto Carlos

Já está chegando a hora de ir
Venho aqui me despedir e dizer
Em qualquer lugar por onde eu andar
Vou lembrar de você
Só me resta agora dizer adeus
E depois o meu caminho seguir
O meu coração aqui vou deixar
Não ligue se acaso eu chorar
Mas agora adeus
Só me resta agora dizer adeus
E depois o meu caminho seguir
O meu coração aqui vou deixar
Não ligue se acaso eu chorar
mas agora adeus


It's Only Goodbye

Gentle Giant

Strange though we made it, in those days that were bare
What pulled us through them, something was there
I can remember, drifting apart,
Thoughtless ways much stronger,
As the time grew longer
One for one not always,
Then you said to me...
It's only goodbye, a smile and a cry, and suddenly over, when
I think of you know, in kindness allow. My memory lingers, then
It's only goodbye, my strength telling lies,
Just facing what had to be
Mixed my reflections, did we think it was real
Was it forever, fear not, just feel
You had your troubles, yes I had mine
Weren't we both for sharing, No not really caring,
I would realize that, when you said to me...

Agora Quem Parte Sou Eu(Demétrio)


Eu já estou cansado de ouvir
Você dizer que não me quer
Que está zangada e que vai partir
Eu já estou cansado de olhar
Você pegar o que é seu

E quando é noite ver você voltar
Eu já estou cansado de pensar
Que a minha vida vai mudar

E a mesma história vem se repetir
Eu vou deixar de lado a ilusão
Você não vai acreditar

Eu vou cuidar desse meu coração
Agora quem parte sou eu
Eu tenho que ir, não posso ficar
Agora quem parte sou eu
Eu tenho que ir... Adeus
Eu hoje resolvi pensar em mim
Não posso mais viver assim
Eu decidi gostar de mim também
Você fez um brinquedo desse amor
Que já não tem nenhum valor

E é preciso a gente ser de alguém
Eu já estou cansado de pensar
Que a minha vida vai mudar

E a mesma história vem se repetir
Eu vou deixar de lado a ilusão
Você não vai acreditar

Eu vou cuidar desse meu coração
Agora quem parte sou eu
Eu tenho que ir, não posso ficar
Agora quem parte sou eu
Eu tenho que ir... Adeus.


21 comentários:

  1. Incrível com Paulo Sérgio nesta foto está a acara de Roberto Carlos. E a música??!!!!!!! Já passei por tudo isto kkkkkkkk
    Vejo que seu baú é muito bom e rico.
    beijos!!!!

    ResponderExcluir
  2. Vozes parecidas, estatura quase igual, ambos capixabas e rostos parecidos.rs

    E quem não passou por isso?rs

    Muito obrigado, Janice!

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  3. Olá, selecionei seu blog para receber o selo Versatile Blogger. Para ter direito a ele você deve falar em seu blog quem lhe concedeu e escrever um texto com sete coisas sobre você. Vá lá no Gilberto Cinema e pegue o seu selo.

    ResponderExcluir
  4. Quando li este título a primeira coisa que pensei foi que você estivesse terminado com o blog, mas não. Ainda bem.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Se for mesmo partir e não avisar, deixo de antemão meu agradecimento por ter acompanhado minha saga quando do meu tratamento. Agradeço também aos comentários que você fez lá no diário; comentários muito prudentes e que me fizeram pensar. Muito obrigada por tudo mesmo.

    E lembre-se: A blogosfera ( a parte que conseguimos enxergar ) é somente um ângulo como o universo. Acredito que se uma vez blogueiro sempre blogueiro. Pode blogar em outros ângulos e conhecer novas paradas, mas se por aqui permanecer; por aqui sempre virei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janice e Iza,

      Vou parar de postar e de comentar nos blogs alheios.
      Por diversos motivos sinto necessidade de me afastar. Cansei de ficar na contra-mão, e creio já ter dito tudo o que tinha de dizer. Apesar de não gostar de várias coisas na blogosfera, penso que minha estada nela, teve mais aspectos positivos que negativos. Foi válido. Mas sinto que minha fonte se esgotou. Estou enjoado da blogosfera. Estou muito desiludido e desanimado.

      Iza,

      Eu que te agradeço a sua atenção. Te acho atípica também, assim como eu.rs. Temos algumas opiniões parecidas.
      Faço votos que você continue com saúde. Te desejo tudo de bom!

      Janice,

      Gostaria muito de agradecer à sua presença simpática, constantemente prestigiando meus posts.

      Não vou excluir os blogs, e continuarei a responder os comentários, embora seja raro alguém comentar em posts antigos.

      Apesar de eu estar me afastando da blogosfera, gosto dos meus blogs, principalmente do visual deles, das citações que coloquei, com as fotos.

      Agora, o eremita aqui ficará mais na penumbra. Não visitará ninguém. Não contará mais nada a seu respeito e nem a respeito dos outros, se calará. Mas poderá receber visitas, as quais obterão respostas, serão bem tratadas.

      Mais uma vez, muito obrigado, Iza e Janice. Vocês foram, assim como outras pessoas na blogosfera,bem agradáveis, me trataram muito bem.

      Tudo de bom pra vocês!

      Excluir
    2. Faça o que seu coração manda. Coração nunca erra.
      Não esqueça que vamos estar por aqui.
      Quando quiser ter notícias, entre no meu blog que ficarei feliz.
      Muita luz para vocês.
      Beijos!!!!!

      Excluir
    3. Eu acho que coração erra, sim.rs

      Muitíssimo obrigado, Janice.

      Te desejo o mesmo.

      Valeu!

      Excluir
  6. Linda canção de despedida, tantos momentos que dá vontade de partir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é o que estou fazendo, M.R.B..rs

      Agradeço também a você pela sua presença.

      Excluir
  7. Você ta partindo mesmo? Eu achei que fosse sobre alguém que vc amou e te fez feliz, mas que com o tempo, vocês terminaram ou brigaram e hoje essa pessoa "partiu".
    Não imaginava que fosse sobre seu blog.

    ResponderExcluir
  8. Oi Denise. Tudo bem contigo? Espero que sim.

    Na verdade, são duas despedidas, da blogosfera e da pessoa amada(e esta lamento muito ter que me despedir).

    Se tiver paciência, leia a resposta que dei para a Janice a Iza.

    Mas, não pretendo deixar de olhar seu blog, que é um dos que eu mais gosto e o mais original.

    ResponderExcluir
  9. o único problema, é que eu preciso voltar a atualizá-lo né?rsrs to devendo isso para todo mundo que visita lá!

    ResponderExcluir
  10. Creio que seus leitores devem estar sentindo falta , assim como eu, das suas postagens.

    Conheci muitos blogs bons, com blogueiros(a) interessante, mas estou cansado de falar de mim(rs) e de ver gente falando sobre si, e um tanto de outras coisas,e , no caso do seu blog, além da cultura, bizarra(rs), mas cultura, não vemos essas coisas que citei, é bem objetivo e engraçado, eu penso.

    ResponderExcluir
  11. Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
    Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
    Se achar que precisa voltar, volte!
    Se perceber que precisa seguir, siga!
    Se estiver tudo errado, comece novamente.
    Se estiver tudo certo, continue.
    Se sentir saudades, mate-a.
    Se perder um amor, não se perca!
    Se o achar, segure-o!
    (Fernando Pessoa)


    Sentirei sua falta, mas você será sempre bem-vindo. Até logo!



    Apaga-me os olhos

    Apaga-me os olhos, ainda posso ver-te.
    Tranca-me os ouvidos, ainda posso ouvir-te,
    e sem pés posso ainda ir para ti,
    e sem boca posso ainda invocar-te.
    Quebra-me os ossos, e posso apertar-te
    com o coração como com a mão,
    tapa-me o coração, e o cérebro baterá,
    e se me deitares fogo ao cérebro,
    hei-de continuar a trazer-te no sangue.

    (Rainer Marie Rilke)

    ResponderExcluir
  12. Oi M.R.B.. Muito obrigado pela consideração. Gostei muito dos textos do Fernando Pessoa e do Rainer.

    Tudo de bom pra você!

    ResponderExcluir
  13. Eu lamento sua partida Senhor Tio Verden, apesar de ser apaixonada por meu blog, as vezes, a blogosfera me cansa, mas não sei bem se é a blogosfera ou se é a vida como um todo... Blogagens coletivas, desabafos, poesias, resenhas, medos, família, livros, pai, mãe, faculdade, amigos que tenho... o caos e a ordem.... as vezes tudo enfada e eu tenho vontade de fazer uma fogueira grande e queimar ou me queimar... e sumir com tudo e sumir comigo... Mas ai vem um novo dia e eu não sumir com nada... continuo vivendo e tendo necessidade de escrever...

    Já sinto sua falta no meu blog desde que o senhor não comenta mais por lá... agora vou sentir mais falta ainda, o que se pode fazer néh?!?!? As vezes, não sempre nem constantemente, apenas AS VEZES, eu queria poder fazer a vida parar de continuar.... Mas não tem jeito ela continua néh Tio Verden?!?!

    Espero que o senhor encontre algum rastro de felicidade pela vida a fora... Cheros, cheros, da sua sobrinha... E sim, quando a saudade bater eu vou comentando os posts antigos... afinal eles somam algumas centenas néh?!?!?

    ResponderExcluir
  14. É isso: "as vezes , eu queria poder fazer a vida parar de continuar... Mas não tem jeito, ela continua".

    Felicidades para você também, sobrinha.

    Comente nos posts antigos. Responderei com prazer.

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.

Marcadores