domingo, 6 de maio de 2012

Lar, Doce Lar(incluindo As Vantagens de Viver Sozinho- continuação)


E,novamente, foi preciso acontecer algo ruim, mais uma morte, para eu voltar a morar sozinho: minha mãe faleceu em 29.08.2008.  Com a parte que eu tinha direito, da casa em quem vivíamos, passei a morar sozinho, à partir de 17.02.2009.

Eu morava de aluguel. Morei apenas 10 meses , no local, pois tive que mudar ,devido aos vizinhos , que me perturbavam com som alto(relato isso, no post, "Balanço do Ano-incluindo Anos Difíceis", no blog, Relatos e Lamúrias de um Eremita). Evidentemente, não fui feliz , novamente, no lar.

Hoje, moro numa modesta casa, também pagando aluguel, de três quartos, cozinha, banheiro e uma varanda. Moro desde 30.12.2009. Estou muito feliz aqui. A casa é clara, espaçosa, a vista, da varanda, é muito bonita. Os dias, as noites, tudo aqui é bonito. Espero continuar feliz por aqui. Espero que essa seja minha última morada, antes de morar, definitivamente, num cemitério. Espero morrer dentro do meu lar, meu doce lar!

Os músicos de rock têm obsessão pelo tema "lar", Roger Waters, do Pink Floyd, então nem se fala...

Creio que eu jamais seria feliz se morasse com alguém. Vero que morar sozinho tem, também, suas desvantagens. Viver só, tem sim, seus contras. Um dos contras, a monotonia. Vivendo sem trabalhar, só e sem ter com quem se preocupar, pode nos fazer pensar muitas bobagens, ainda mais para quem tem uma mente como a minha, que imagina muita coisa ruim ocorrendo consigo próprio, como um personagem de Woody Allen.  Se o solitário contumaz, sofrer um acidente, ser vítima de uma doença, ou de um crime, quem irá ampará-lo?  Quem lhe dará forças? E a união faz a força, realmente. A mesma união pode fazer também a covardia, o abuso, a injustiça.  Vivendo só, você pode passar uma imagem para as pessoas, de um indivíduo esnobe, antipático.

Ainda assim, acho que há mais vantagem em viver só do que acompanhado.
Quando você anda sozinho, pode mudar de ideia, quando, por exemplo, está passeando, com intuito de ir num determinado lugar,e , de repente, mudar o trajeto, ou desistir e voltar para casa. Acompanhado, seria mais complicado a mudança de ideia, já que sua companhia possivelmente, não aceitaria a desistência de ir no tal lugar.

Morando sozinho, você faz as coisas do seu jeito, na hora e quando quiser, levanta da cama e dorme, na hora que lhe der na telha. Vai passear quando quiser. Chega em casa , na hora que quiser. Compra o que tiver vontade. Vivendo com outra(s) pessoa(s),  mesmo você fazendo tudo que citei, se envolve em conflitos, tendo que dar satisfação, sendo questionado por suas atitudes por outrem.
Vero que, quem vive totalmente só, corre o risco de se exceder, já que não tem alguém que alerte sobre os  possíveis erros.
Mas, prefiro, sou mais feliz vivendo só.

Então, que a sorte continue a me ajudar, me dando sossego, saúde e paz.

Sossego , saúde e paz, para todos vocês que acompanham meu humilde blog!


Home Sweet Home

Peter Gabriel

Met this girl called Josephine and took her up on my machine
We had a little fun and now we got a little one
Had to get married, being chased out of town
Found ourselves a place to live, we put all our money down
call it Home Sweet Home, home sweet home
Eleven floors up in a tower block
happy just to have a home
I've gone and changed the lock on our home
Nothing really worked out right, things got broke,
they stayed that way
None of our friends came around at night and little Sam got
no place to play
"We've got to get out of here, Bill" she said "I've been telling
you all the while"
When I came home from work that night she'd jumped out the
window with our chiled

from our Home Sweet Home, home sweet home
just a place to take a rest, just a place ot make our nest
-- we call it our home
When the insurance money came through seemed dirty didn't
know what to do
Took the cash went down the casino, down on the wheel
on the double
And I won, oh yes I won, like I never won before
Bought myself a country house with an antique carved
oak door
it was Home Sweet Home, home sweet home
just a place to lay our head think of all those things we said
about in our Home Sweet Home.


Lar(Roger Waters)


Pode ser Jerusalém, ou pode ser Cairo
Pode ser Berlim, ou pode ser Praga
Pode ser Moscou, pode ser New Yorque
Pode ser Llanelli, e pode ser Warrington
Pode ser Varsóvia, e pode ser Moose Jaw
Pode ser Roma
Todos têm algum lugar pra chamar de lar

Quando eles sobrepujaram as defesas
Uma invasão menor atribuída a despesas
Você vai até a salão do aeroporto
Você vai aceitar seu status de Segunda classe
Uma nação de garçons e garçonetes
Você vai mexer seus martinis
Você vai agüentar isto
Ou vai correr pras colinas

Pode ser barro e pode ser areia
Pode ser deserto
Pode ser um pedaço de terra arável
Pode ser uma casa, pode ser uma loja de esquina
Pode ser uma cabana numa dobra no rio
Pode ser algo que teu pai te passou
Pode ser algo que você construiu você mesmo
Todo mundo têm algo a que chamar de lar

Quando os cowboys e os árabes sacarem
Uns contra os outros ao meio-dia
No ar seco e poeirento de uma sala de diretoria na cidade
Você vai ficar parado como um transeunte
Dos ditadores de mercado
Você vai discretamente se retirar
Com o seu ouvido colado à porta da sala da diretoria
Você vai ouvir quando o leão dentro de você rugir
Ou você vai fugir pras colinas

Você vai agüentar, você vai agüentar
Você vai ouvir, ohhh! ohhh!
Quando o leão dentro de você rugir

Pode ser teu pai e pode ser tua mãe
Pode ser tua irmã, pode ser teu irmão
Pode ser um estrangeiro, pode ser um turco
Pode ser um ciclista procurando por trabalho, Norman
Pode ser um rei, pode ser o Aga Khan
Pode ser um veterano do Vietnã sem braços e pernas
Pode ser um santo, pode ser um pecador
Pode ser um perdedor, pode ser um vencedor
Pode ser um banqueiro, pode ser um padeiro
Pode ser um Laker, pode ser Kareen Abdul Jabar
Pode ser uma voz masculina num coral
Pode ser um amante, pode ser um lutador
Pode ser um super peso-pesado,
ou pode ser algo mais leve
Pode ser um aleijado, pode ser uma aberração
Pode ser um italiano, oriental ou negro
Pode ser um tira, pode ser um ladrão
Pode ser uma família de dez vivendo em um quarto
Pode ser nossos líderes em seus túmulos de concreto
Com sua comida enlatada e suas colheres de prata
Pode ser um piloto com Deus a seu lado
Pode ser a criança no meio da mira da bomba
Pode ser um fanático, pode ser um terrorista
Pode ser um dentista, pode ser um psiquiatra
Pode ser um humilde, pode ser um orgulhoso
Pode ser uma face na multidão
Pode ser um soldado de gravata branca
Que gira a chave apesar do fato
De que este é o fim daquele gato e do rato
Que vivem na casa
Onde as gargalhadas ecoavam e as lágrimas eram derramadas
A casa que o Jack construiu
Onde as gargalhadas ecoavam e as lágrimas eram derramadas
A casa que o Jack construiu
Bang, bang, tiro , tiro
Polegar de luva branca, Senhor seja feita a Vossa vontade
Ele sempre foi um bom rapaz sua mãe disse
Ele vai cumprir seu dever quando tiver crescido, sim
Todos tem alguém a quem chamam de lar


31 comentários:

  1. É complicado dizer se é bom ou não morar sozinho, eu já experimentei os dois lado, vivi todas as vantagens e desvantagens dos dois... Aprendi uma coisa disso tudo, quando estamos morando com alguém desejamos uma paz que só temos conosco, e quando estamos sozinhos sentimos a falta de qualquer ruido amigo... rsrs

    Abraços meu amigo, muito rock em sua semana, muita coisa boa...

    ResponderExcluir
  2. Oi Janaina, o que vc disse, me fez lembrar do meu pai. Ele era caladão e ranzinza, tinha o gênio péssimo. Dentro de casa, preferia ficar num cômodo sozinho, sem conversar. No entanto, quando se separou da minha mãe, queixou-se da solidão, ele não gostou de morar sozinho. Neste ponto, somos diferentes.

    Muito obrigado, Janaina.
    Rock é uma coisa muito boa mesmo!rs

    Abraços e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  3. É, tudo na vida tem seus prós e seus contras não tem jeito, mas a gente tem que viver do jeito que dar e pronto, sem ressentimentos. Aproveito o bom de sua vida meu tio Verden e o que tiver que vim virá!!!

    ResponderExcluir
  4. Nunca morei só. Sempre encontrei pessoas no trabalho ou escola para dividir tudo. Hoje moro na praia mais famosa do Ceará. Em apartamento minúsculo gasto uma nota preta e estou gostando da temporada. Espero casar em setembro para ouvir ruídos da pessoa amada.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  5. A felicidade não consiste em morar com ou sem alguém. Moro só e não vivo uma monotonia, sempre aparece algo novo de novo.
    Hoje acordei com vontade de escutar Mercedes Sosa. rsrsrs Lembrei dela por um acaso. Gosto dela cantando e fazia tempo que não ouvia .
    Eu só voltaria a morar com outra pessoa hoje se esta pessoa fosse um filho. Pois já conheço e sei os costumes e limites de cada um deles. E sei também que minha vida não teria mudanças que eu não fosse gostar.
    Não descarto que morar só tem mais vantagem. Aquele coisa de hora. O tempo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Curiosidades,

    Existem pessoas, e são em maioria, que gostam mesmo de companhia, o que não é meu caso(rs), te entendo, claro.
    Deve ser bom morar perto da praia. Nunca fui numa, deve ser bom uma praia mais vazia, com a presença de belas mulheres, aí sim.

    Ué, Janice, pelo que entendi, achei que vc morava com sua mãe.

    Sim, concordo, a felicidade não consiste em morar com ou sem alguém, tanto que na casa anterior, a qual morei, não fui feliz. Contudo, como os vizinhos não faziam seus barulhos diariamente, eu tinha bons momentos lá, bons momentos, em especial, por estar sozinho, tranquilo, no silêncio, fazendo as coisa do meu jeito.
    Posso dizer que sou feliz por morar só, hoje sou. Sou feliz por ter boa saúde. Sou feliz por não ter sido vítima de acidentes graves. Mas não fui feliz para me relacionar com as pessoas, e, para meu maior pesar, profissionalmente fui muito infeliz.

    O tédio costuma aparecer, mas eu acabo o expulsando, e fico, em paz, com minha eterna companheira, a solidão.

    Tudo de bom e muito obrigado pelos comentários, Janice e Curiosidades.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu moro em outro bairro com duas cadelas e uma proteção divina. Vou até a casa dela todos os dias quando ele tá na cidade. Veja meus primeiros comentáriosrsrsrsr!
      Eu só não acredito essa de você não conhecer o mar.
      Tive um aluno que o maior sonho dele era conhecer o mar. Quando ele terminou o curso técnico com os primeiros salários locou uma van e levou toda família para ver o mar. Achei lindo sua atitude.
      A felicidade é relativa. O que é bom para você pode não ser para mim.
      "Antes só do que mal acompanhado."

      Beijos!

      Excluir
    2. Desculpe, Janice, tive a impressão , quando vc falou que cuidava das galinhas, que vc morava com sua mãe.

      Agora, por que vc não acredita que não conheci o mar, e não conheci mesmo, por que eu haveria de mentir? rs

      Como a felicidade é relativa, e ilusória...

      Muito obrigado pelos comentários.

      Abraços

      Excluir
  7. Ah, Curiosidades, boa sorte com a sua amada!

    ResponderExcluir
  8. Sabe, fiquei aqui pensando, porque vc não arruma um emprego... Só pra distrair mesmo porque a solidão é boa, mas tanto assim pode mesmo fazer vc pensar besteiras cada vez mais!

    Vc não tem vontade?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, quando estou só e sem serviço, penso muitas bobagens, mas quando trabalho , penso mais bobagens ainda. Se tiver curiosidade e paciência(rs), creio que entenderá, o que eu disse, no blog "Relatos e Lamúrias de um Eremita", no post sobre o dia do trabalho.
      Sou um caso perdido, não tem jeito mesmo! rs

      Excluir
  9. Fui no Terra conhecer melhor o Peter Gabriel, muito bom.
    Gostei muito, bem família.
    Gostei mesmo foi The Book Of Love - O Livro do Amor
    tem uma balada também muito boa, Father Son - Pai e Filho
    Tem uma que ele diz "... todos tem um lugar para chamar de lar. . ."
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Peter Gabriel foi cantor do Genesis, nos bons tempos da banda. As músicas que vc citou, não conheço, depois dou uma olhada.


    Obrigado.

    ResponderExcluir
  11. Desde que saí da casa de meus pais, sempre morei em apartamento. E reconheço que sua opção por esse tipo de residência deve lhe dar prazer. Concordo com você, morar só nos dá uma enorme independência. Mas não significa isolamento. Este é que faz a cabeça embaralhar (rss). Há muito moro sozinha e já me acostumei. Mas vejo a família e mantenho contato com amigos, atualmente, distantes.
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. I used to be alone, Marilene. I like it.

    Thanks very much.

    Good night!

    ResponderExcluir
  13. Você vive a vida que eu queria ter...meu sonho é morar sozinha, sem ninguém para encher o saco.Morar sozinho é muito melhor, morar com os outros, uma hora sempre vai gerar conflitos.

    ResponderExcluir
  14. Sabe, Denise, gosto tanto de morar sozinho, e sonhei tanto que isso acontecesse, que às vezes nem acredito que possa mesmo estar acontecendo.

    Faço votos que vc realize seu sonho também.

    ResponderExcluir
  15. Você é um amigo presente e sempre gentil. Obrigada!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  16. Eu que agradeço, Marilene.
    Abração.

    ResponderExcluir
  17. Meu amigo, bem eu desde adolescente sempre busquei a minha independência, mas depois de consegui-la finalmente, morar sozinha, ter meu apê, um trabalho seguro, me vi retornando para a casa dos meus pais, e foi uma sensação terrível. Só não foi pior porque pude curtir minha avó que eu considerava a minha mãe até 2000, quando ela faleceu aos 90 anos. Desde então, passei a ter tipo uma fobia, mesmo tendo casa, carro e morar sozinha, costumava ter medo da solidão, passava mal, parecia que eu ia morrer, tinha taquicardia, enfim...um problema que foi só piorando, até que em 2001 eu mudei de cidade e fui morar na casa da minha tia. Adorava morar lá, podia almoçar em casa, tinha gente para conversar, bichos, etc. Mas em 2004, o destino e meu pai compraram um apartamento para mim e eu fui morar sozinha de novo, confesso que não foi legal, ficava até altas horas da madrugada conversando com pessoas pela internet e nos finais de semana corria para a casa da minha tia...até que em 2006, eu encontrei meu futuro marido e de lá para cá, só durmo sozinha quando ele viaja, mas te confesso que hoje eu não me acostumaria a viver só. Eu sinto falta de gente, de conversar e de trocar idéias. Mas não tenho nada contra quem curte morar só. Se a pessoa é feliz assim, melhor para ela, não é minha praia.

    ResponderExcluir
  18. Oi Flávia, bom te ver por aqui.

    Claro que te entendo, e a maioria pensa como vc, não gosta de viver só.

    Apareça mais!

    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  19. Realmente há vantagens e desvantagens de se morar sozinho. Eu moro com meus pais. É bom que não me sinto sozinho, mas também não posso fazer tudo o que eu quero. Apareça no Gilberto Cinema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gilberto, Quando se mora com os pais tem uma série de vantagens. Roupa lavada e engomada, comida pronta e quentinha, a casa sempre em ordem, cama com os lençóis limpos e bem forradas, não falta água gelada na geladeira,
      . . . isto é só uma pequena lembrança. rsrsrs
      beijos!

      Excluir
    2. Janice, é isso mesmo. Se minha mãe estivesse vida, mesmo eu não morando com ela, aposto que ela me presentearia com roupas novas, entre outras coisas.

      Grato pelo comentário.

      Excluir
  20. Obrigado Gilberto.

    É isso mesmo, poucas pessoas gostam de viverem sós.

    Tudo de bom pra vc!

    ResponderExcluir
  21. Roderick eu nunca tive a oportunidade de morar sozinha e nunca tive um quarto só para mim. Quando pequena dormia com meus irmãos e depois ganhei uma cama só para mim mas no quarto com meus irmãos. Tive uma filha e dormia com ela na minha cama. Casei e fui morar com meu marido e filha juntos.

    Te confesso... Muitas e muitas vezes bateu aquela inveja dos solteiros e dos que moram sozinhos.

    Coisa boa...ninguém para incomodar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iza,

      Quando eu morava com meus pais, e morei em diversas casas com eles, que eram iguais ciganos, era mais comum eu dormir no mesmo quarto do meu irmão, mas , em algumas residências, eu tinha um quarto só meu. O problema é que minha avó materna ficava mais em nossa casa, do que na sua, e, minha humilde pessoa tinha que ceder minha cama para ela. E ainda havia um tio materno, que morava no interior de Minas Gerais, que não saia lá de casa, fazendo também com que eu cedesse minha cama pra ele.

      Gosto mesmo é de dormir só, até mesmo porque não tolero ronco. Meu sono é muito leve, daí... Minha ex-mulher costumava roncar, e eu era obrigado a dar umas cutucadas nela.rs. Ainda assim, eu gostava de dormir com ela. Hoje, se eu arrumasse outra mulher, não gostaria de viver entre as quatro paredes com ela, só gostaria de passar o final de semana, como eu fazia com minha ex, nos nossos últimos tempos juntos. É gostoso dormir com mulher.rs

      Espero que eu nunca mais more com qualquer pessoa.

      Grato pelo comentário.

      Abraços

      Excluir
    2. Respondendo aqui, 'not change'...hehehe Engraçado, a Iza me fez pensar! Eu também nunca tive oportunidade de viver só, nem que fosse para repensar melhor sobre minhas escolhas, sem muito silêncio como a mãe dela gosta, ou do seu modo, convivendo com o próprio. Interessante...
      Abração meu amigo
      Cris

      Excluir
  22. Oi Cris. Sempre é um prazer receber sua visita. Como vc está? Espero que esteja bem.

    Tudo de bom pra vc!
    Apareça sempre!

    Abraços

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.

Marcadores