sábado, 14 de abril de 2012

Serve Para Muita Gente




Você Não Presta

Pode pôr no rádio, se você quiser
Que eu sou malcriado, que ninguém me quer
Se você falar eu mudo de estação
Não me interessa
Pode pôr anúncio na televisão
Pode dar seu piti em compensação
Você não presta, não
Você não presta, não
Você não presta, não
Sua ladainha eu aprendi de cor
Vai ficando sempre cada vez pior
Quer botar a gente sempre em confusão
Mas eu não entro, não
Fala por aí que quer viver em paz
Na verdade, você quer é mais cartaz
Você não presta, não
Você não presta, não
Você não presta, não
Nada disso vai me abalar
Minha decisão não vou mudar
E não vou ficar calado, escutando
Eu não estou brincando
Cansei de lhe avisar
Chance como esta eu nunca mais te dou
Você fez de tudo mas não agradou
Vou lhe dar o troco para você saber
Eu não sou bobo, não
Sei que muita gente vai lhe dar razão
Mesmo assim não mudo minha opinião
Você não presta, não
Você não presta, não
Você não presta, não(Alberto Luiz)

Sai de Mim

Agora que eu já vi
O quanto és falsa
Vou dizer na tua cara
O que eu penso de ti
Tu tens toda malícia da serpente
E eu devia estar doente
Quando me apaixonei por ti
Sai de mim, por favor
Que eu não quero o seu amor
Eu não quero sofrer mais
E por favor, me deixe em paz
Deste um desgosto tão profundo
Que por nada deste mundo
Poderás ficar aqui
Agora, por favor, vê se te manca
Dá no pé, vê se te arranca
Não sobrou nada pra ti
Sai de mim, por favor
Que eu não quero o seu amor
Eu não quero sofrer mais
E por favor, me deixe em paz(Reginaldo Rossi)

As Aparências Enganam

Por meu regresso não espere nunca mais
Fiquei sabendo em minha ausência o que você faz
Nunca pensei que a criatura pura que eu amei
Ficasse assim tão leviana, nem sequer sonhei
Ingratidão aqui se faz e aqui tem que pagar
Pode estar certa, vai chegar o seu dia de chorar
E vai pagar o mal que fez aos sentimentos meus
E vai sentir que o meu mundo é bem melhor que o seu
Há um ditado muito antigo, hoje eu me lembro
Que quase sempre as aparências nos enganam
Me enganei completamente a seu respeito
O seu destino vai ser sujo igual a lama
Tentei de tudo e fiz de tudo para lhe ver feliz
Você pagou com todo o mal o bem que eu lhe fiz
Eu já sofri e já não sinto mais amor, eu sei
Sinto revolta, sinto nojo de você, que eu tanto amei
Muitas mulheres me procuram para me consolar
Acreditando que eu ainda vivo a chorar
Mas todos podem perceber dentro do meu olhar
Que todo amor você em ódio fez se transformar
Há um ditado muito antigo, hoje eu me lembro
Que quase sempre as aparências nos enganam
Me enganei completamente a seu respeito
O seu destino vai ser sujo igual a lama(Carlos Roberto/Paulo Sérgio)


9 comentários:

  1. Você deveria ter colocado a música também.
    Adorei todas, rsrsrr. Evaldo Braga, a Globo está desenterrando, ele fez sucesso também com "Você não Presta". Esta de Reginaldo Ross eu nem lembrava mais e fui escutar.
    Não encontrei "As Aparências Enganam".
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Janice. Não coloquei os vídeos porque suspeito que os navegantes já estão de saco cheio de tanto eu postar Paulo Sérgio(rs). Não há ainda vídeo com a música "As Aparências Enganam". Nunca ouvi essa música no rádio. Já "Sai de Mim" e "Você Não Presta" fizeram sucesso, na época.

    O Evaldo Braga tem uma música que chama "Você Não Presta Pra Mim". Ela não fez sucesso.

    Legal vc ter gostado.rs

    Muito obrigado e um ótimo domingo pra vc.

    ResponderExcluir
  3. Hehehehe gostei da primeira letra... Não sei se gostaria do ritmo, mas a letra é boa e me deu vontade de enviar por email pra uma pessoa tb kkkkkkkkkkkkkkkk
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Adoro rock. Do Metallica, que vc tanto gosta, só gosto do álbum preto(ótimo!), mas sempre tive um lado brega.

    Veja o vídeo. Creio não ser sua praia. Mas seja franca, mesmo que tenha detestado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha vou procurar ver sim... Sei que não será minha praia, mas a letra é boa!

      Então.. Esse album que vc tá falando é o chamado BLACK.
      Essa musica que postei aqui hj é a mesma do teu album só que aqui ela está sendo tocada junto com a orquestra sinfonica de São Francisco... Essa versão aqui só tem no album duplo chamado S&M entendeu?!

      Excluir
  5. Agora entendi.Linda música.

    Nada Mais Importa
    Tão perto, não importa o quão distante
    Não poderia ser muito mais do coração
    Eternamente confiando em quem somos
    E nada mais importa

    Nunca me abri deste jeito
    A vida é nossa, nós a vivemos da nossa maneira
    Todas estas palavras, eu não apenas digo
    E nada mais importa

    Confiança eu procuro e encontro em você
    Cada dia para nós é algo novo
    Mente aberta para uma concepção diferente
    E nada mais importa

    Nunca me importei com o que eles fazem
    Nunca me importei com o que eles sabem
    Mas eu sei

    Tão perto, não importa o quão distante
    Não poderia ser muito mais do coração
    Eternamente confiando em quem somos
    E nada mais importa

    Nunca me importei com o que eles fazem
    Nunca me importei com o que eles sabem
    Mas eu sei

    Nunca me abri deste jeito
    A vida é nossa, nós a vivemos da nossa maneira
    Todas estas palavras, eu não apenas digo
    E nada mais importa

    Confiança eu procuro e encontro em você
    Cada dia para nós é algo novo
    Mente aberta para uma concepção diferente
    E nada mais importa

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkk gostei da "Vc não presta"rsrs

    ResponderExcluir
  7. Já não aguento mais a minha conexão de pobre. Tentei rodar o vídeo para relembrar e não consegui. :(

    ResponderExcluir
  8. Da música também, Denise, ou só da letra?rs

    Que pena, Iza!

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.

Marcadores