domingo, 29 de abril de 2012

Homens Diferentes?(incluindo, Ando Cada Vez Mais Anti-social)- continuação

Eu e o J. estamos nos encontrando com um certa frequência, nos bares, mais pelo motivo de negociar discos, embora, umas poucas vezes, como ontem, por exemplo, ele ter me telefonado, dizendo que, devido a ter que fazer um saque, num banco que ele tem conta, perto do bar que frequento, iria se encontrar comigo.

O J. é um sujeito muito bem educado, aparenta ser equilibrado e calmo. Discreto, mas parece ter um grande rol de amigos, ou colegas, ou conhecidos, já que, quase sempre que saio com ele, ele se depara com um tanto de pessoas conhecidas. Infelizmente, J. gosta mais de falar do que de ouvir...

Ele seria meu amigo? Bem, não acredito. A meu ver, o interesse dele é apenas negociar discos.
Ah, as incompatibilidades, os gostos diferentes: J. quer sempre ir em determinados bares, bares que não gosto, e eu quero ir nos bares que ele não admira.rs

Apesar de ser mais tolerante do que eu, ficou irritado, ontem, quando o dono do bar pediu que ele recolhesse uma garrafa e um copo de cerveja, que um cliente deixou no balcão. No entanto, não demonstrou essa irritação para o proprietário do bar, apenas desabafou comigo: "ele tá achando que sou garçom !".

A companhia de J. não me incomoda, mas eu preferiria sair sozinho. Parece que a solidão, o individualismo, está mais que enraizado na minha pessoa. Os bares que escolho, que prefiro, são os menos movimentados, os mais silenciosos. Já parei de frequentar muitos bares por motivos diversos, mormente pelo atendimento.
Acho até possível que um dia eu pare de frequentar bares, só bebendo em casa. O problema é que, vez ou outra, gosto, necessito de sair,e não estou tendo lugar para ir. Quanto mais o tempo passa, menos gosto das coisas.

Hoje, vi num blog que sigo, um texto sobre uma planta , alcaçuz , que ajuda no combate ao estresse e dá ânimo pra gente.  Vou comprá-la, quem sabe posso me animar um pouco?  Com o desânimo e achando tudo muito sem graça, sem cor, creio que teria que comer ao menos dez chocolates por dia.rs. E correndo o risco de me tornar diabético. Não curto mesmo tomar remédios, mas penso que haja calmantes para me acalmar, haja psicólogos para conseguirem que eu veja a vida sobre outro parâmetro, observando com mais atenção, o lado positivo das coisas, e uma dessas coisas que menos tolero é gente. Claro que conheci e ainda conheço muita gente boa, mas as más pessoas me irritam bastante, bastante mesmo; elas , com suas ignorâncias, prepotência, maldades, conseguem me tirar do sério, conseguem me fazer odiar. Expurgamos umas, expurgamos outras, mas elas sempre aparecem mais... Haja paciência!!!
Ando cada vez mais anti-social ... e paranoico também!

25 comentários:

  1. Boa noite.
    É cara tua situação tá difícil.
    um forte abraço.

    ResponderExcluir
  2. Ah Senhor Tio Verden, nem sei o que digo quanto a isso, eu sou uma pessoa desagradavelmente cheia de amigos, mas ultimamente ando saindo pouco, fazendo pouco, tenho passado tempo demais na net e isso tem me incomodado... enfim... Vou ler a parte 1 do texto!

    Cheros.

    ResponderExcluir
  3. Curiosidades,

    Tá complicado, não?rs
    Sobre eu ter falado em chocolate, eu não quis dizer que existe chocolate de alcaçuz, quis dizer que tenho, além de tomar chá de alcaçuz, comer uns dez chocolates diariamente, pois isso anima a gente.rs


    Pandora,

    Desagradavelmente cheia de amigos?! Não entendi.rs

    Um abraço para vcs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chocolate quando é bom é bom mesmo.
      Um bom dia.

      Excluir
  4. Oi Janice, está sumida! Tudo bem contigo?

    Um bom dia pra vc também. Obrigado!
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Nossa que maravilha, pensando em procurar ajuda através de psicologo ou remedio? Muito bom mesmo!
    É incrivel o poder que os rémedios tem sobre nós em relação a esses comportamentos. Qdo entrei numa depre ferrada, se não fosse a ajuda de um deles talvez tivesse ficado louca. Procure ajuda mesmo, vc irá se sentir bem melhor e talvez mais toleravel a esse tipo de gente ruim que dá mais que capim...e como dizem que erva ruim geada num mata, vamos ter que aprender a conviver com eles sem permitir que eles nos contamine.
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  6. Prezada Fabiana,

    Com todo respeito, vc me fez rir, pois entendeu tudo errado o que eu disse. E, creio que a culpa não foi sua, pode ser que me expressei mal.

    Nada disso que eu disse me interessa, pois não acredito em tais coisas. Quando li, recentemente, o poder do alcaçuz, tive uma fé, mas... sou um caso perdido.rs
    Mas ainda tenho fé nos chocolates... sabe aquele amendoim que te falei sobre a páscoa, ele ainda está aqui, quando acabar, compro chocolate.rs

    Mas te agradeço,com toda sinceridade do mundo, Fabiana,e , como já disse, que o sol do amanhã brilhe sempre para vc , seu marido e seu menino!
    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  7. Eita!!! Mas eu não digo que sou uma perfeita loura.....rsss. Mais um fora pra coleção!!!

    Sorte que vc me compreende...
    Bora pro fora do proximo poste.... Agora quem ri aqui sou eu do mico!!

    ResponderExcluir
  8. Fabiana,
    sério, não se culpe. Eu que digo, sorte por vc me compreender.
    Creio ter me expressado mal.

    Te digo, com toda sinceridade, questione mesmo, me critique, discorde, ainda mais que vc sabe como fazer isso, sem ofender.

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  9. Roderick agora que voce falou em estar paranóico e antissocial eu também fiquei imaginando que estou ficando assim.
    Neste feriadão já não quis nem botar o pé na rua e já estou com aqueles pensamentos de que estamos sós mesmo que acompanhados.
    Eu sou muito de expressar sentimentos e tenho que medir isso. Sou muito intensa e essa intensidade assusta as pessoas.
    Hoje aqui em casa aconteceu um fato que me fez pensar em ficar mais calada diante das coisas.

    Gosto de vir aqui. Sei lá... Ler o que você escreve me acalma. Estou evitando textos polêmicos. Ando com os nervos a flor da pele.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. É, Iza, temos isso em comum. Sou quieto por fora, mas inquieto por dentro. Me pareço muito com certos personagens do Woody Allen; tenho mania de imaginar as coisas, e imagino bem mais as coisas negativas, como por exemplo brigar com os outros, é um lance assim, se discuto com uma pessoa e/ou sou provocado por ela, imagino depois discussões mais fortes, que gerariam até agressões físicas... imagino a polícia atrás de mim...rs. Porém, eu jamais seria capaz de agredir uma mulher fisicamente.

    Vc é sempre bem-vinda, Iza!
    Gosto muito dos seus comentários.

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  11. Conheci um blog muito bom. É "Atitude Rock'n'Roll".
    Se não conhece, vale conhecer.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Vou conferir, Janice. Obrigado!

    Ué, cadê o Coveiro?rs

    Pelo modo como vc escreve, vc deve gostar de filmes de terror, não? Se gosta, quais seus filmes e atores de preferência?

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já gostei, hoje já não se faz mais filmes como antigamente. Suspense também é bom. Gosto de filme que me faça pensar o tempo todo.
      Outro dia peguei um filme no caminho e deu para ver que era um bom filme. Se passava na França o cenário era uma sala com apenas 3 pessoas no elenco. Tentei descobrir o nome e não consegui.

      Beijos!

      Excluir
    2. Interessante, o filme que mais gosto, Solar Maldito, só tem 4 artistas no elenco, com a presença de 10 figurantes, que aparecem numa cena de poucos minutos. O filme é norte-americano, de 1960.

      Abraços

      Excluir
    3. Vou tentar locar Solar Maldito. Não lembro de tantos figurantes. Lembro que em um momento alguém olha da janela e ver um vulto caminhando na calçada.
      Depois te falo.
      Beijos!

      Excluir
    4. Janice, tente , no google, digitando Vincent Price you tube, ou "Solar Maldito". É possível que vc encontre o filme completo lá, ou senão em trechos.

      Excluir
  13. Aproveitando a deixa do google! Com algumas coisas que você se descreve lembram alguns sentimentos, ou sei lá, atitudes minhas! Essa coisa de analisar as pessoas e ver nelas um tanto de mesquinharia, às vezes também me deixa descrente em relação às mesmas, ou seja, algumas delas! Vontade de me enclausurar a ter de conviver com certos tipos, e imagino como você determinadas respostas nunca ditas sabe? No meu caso específico, estou começando a pensar que além de deprê tenho uma boa dose de transtorno bipolar (aliás,acho que todas estas sindromes psíquicas são farinhas do mesmo saco), ora estou eufórica, querendo ver pessoas, sair, conversa; ora estou introvertida com minha mente em extrema fertilidade, geralmente negativas!
    Abração

    ResponderExcluir
  14. Chris, acho que bipolar não sou não, mas ao menos um deprimido crônico sou.

    Obrigado!

    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Roderick acho que isso não é um defeito. Gostar de estar só é um estilo de vida, muitas pessoas são assim. Acho no entanto que vc se exclui demais, tipo esse cara o J., pode vir a ser um amigo sim, mas voc ainda prefere estar sozinho. Claro respeitando sua personalidade solitária e acho qu vc não deve passar por cima disso nunca, vc precisa se ociabilizar pelo menos o básico, senão vira mesmo uma ostra... kkkk
    Mas na boa, não vejo nada de defeito em ser assim! Antes só do que mal acompanhado não é mesmo?! kkk

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  16. Eu curto muito minha solidão, o que costuma me incomodar, é meu nervosismo, minha impaciência,meus pensamentos negativos.

    Creio que já virei uma ostra.rs

    Muito obrigado pelo comentário, Camila.

    Valeu!

    ResponderExcluir
  17. Para quem gosta da própria companhia, não existe esse sentimento de solidão. O problema é que ela, realmente, acaba tornando o ser humano anti-social, porque eleva o senso crítico e a tolerância frente às diferenças. E deixa espaço para o negativismo, que traz desencanto diante da vida.

    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Acho que ela eleva a intolerância pelas pessoas, e por certas coisas, e, concordo contigo, Marilene, sobre o negativismo e desencanto diante da vida.

    Obrigado!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Há pessoas que se sentem bem em estarem sozinhas.Você é uma dessas pessoas.Eu também sou assim, adoro sair sozinha ou ficar sozinha, tirar um tempo para mim mesma, não me importo.Tá certo que as vezes pode bater um desanimo, mas desanimo tbm faz parte, rsrs ser animado demais tbm não é bom!

    ResponderExcluir
  20. Sou o desânimo em forma de gente.rs

    Quando jovem, morando com meus pais e meu único irmão, eu adorava quando todos saiam de casa, iam passear, e eu ficava horas sozinho em casa.

    Muito obrigado pelos comentário, Denise.

    Tudo de bom pra vc!

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.

Marcadores