terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Não Me Deixe Agora


Não Me Deixe Agora(Roger Hodgson)

Não me deixe agora
Me deixe fora da chuva torrencial
Com minhas costas contra a parede
Não me deixe agora

Não me deixe agora
Me deixe fora sem qualquer lugar para ir
Enquanto as sombras começam a cair
Não me deixe agora

Não me deixe agora
Me deixe fora desta estrada solitária
Enquanto o vento começa a uivar
Não me deixe agora

Não me deixe agora
Totalmente só nesta noite escura
Me sentindo velho, frio e cinza
Não me deixe agora

Não me deixe agora
Me deixe fora segurando um coração vazio
Enquanto a cortina começa a cair
Não me deixe agora

Não me deixe agora
Totalmente só neste mundo louco
Quando sou velho, frio e cinza e o tempo acaba.


5 comentários:

  1. Belo poema e a música tbm.
    E não me deixe sem uma visita,
    sem um sorriso de despedita,
    não me deixe com a mala
    cheia de melancolia e raios.
    Se me deixar,
    leve ao menos o meu sorriso.
    rsrsrsrsrrsrsrsr
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Que legal, belo poema este de Roger Hudgson.
    Agora que encontrei este poema
    quero dizer que lembra muito um fragmento de um poema meu.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Deve ser interessante, então, seu poema.
    Obrigado, Janice.

    ResponderExcluir
  4. Bonito. Isso que é medo de ser deixado...

    ResponderExcluir
  5. Mas não adianta, Denise. Quanto mais eu vivo, mais tenho medo de amar...

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos.

Marcadores